Archive for June, 2013

A Andrade Gutierrez deu início à montagem da cobertura da Arena da Amazônia. Na primeira fase, a construtora fará a soldagem das primeiras peças da estrutura metálica. As obras no local chegaram à marca de 62% de conclusão.

Os trabalho relativos à cobertura começarão, inicialmente, no solo. Depois, as peças serão içadas e fixadas nas bases de concreto, formando a fachada e o chapéu do estádio. Cada módulo tem forma de “X” e chega a pesar até 70 toneladas.

“O processo todo é complexo, pois as estruturas são grandes e pesadas e precisam ser milimetricamente montadas e soldadas antes de serem fixadas. Quando começarem a ser içadas, darão o formato do projeto arquitetônico que é inspirado em um cesto de palha”, disse Miguel Capobiango Neto, coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA). Segundo ele, o içamento vai começar na próxima segunda-feira (10).

A fachada e cobertura da Arena da Amazônia são compostas por uma única estrutura metálica com design semelhante ao um cesto de palha indígena. O peso total de toda a estrutura é de 6,67 mil toneladas.

Para montar a cobertura, a construtora vai utilizar dois guindastes com capacidade para 750 toneladas. Os equipamentos vão operar na parte externa da arena. A conclusão total da frente de trabalho deve acontecer até outubro. 

A Arena da Amazônia está em construção há 36 meses. Segundo o cronograma, o estádio será entregue em dezembro deste ano. Seis meses depois, a Arena da Amazônia será palco de quatro jogos da Copa do Mundo 2014

Advertisements

Na mesma toada dos últimos meses, a Arena das Dunas voltou a saltar cinco pontos percentuais e atingiu 71,16% de conclusão. Agora, o estádio de Natal tem o mesmo índice de obras da Arena Corinthians e do Beira-Rio.

O número é relativo ao final do mês passado e foi divulgado pelo gerente de marketing do consórcio responsável pela obra, Arthur Couto. A construção da Arena das Dunas está em andamento há quase 22 meses e deve ser finalizada até dezembro deste ano.

A sete meses do prazo final, as arquibancadas superiores estão concluídas. Os guindastes já não estão mais na área do futuro gramado, que deve ser plantado em agosto. Por ora, ocorre a escavação para a instalação da tubulação para drenagem do local.

Em junho, a construtora deve começar a montar da cobertura do estádio. Orçado em R$ 350 milhões, o estádio terá capacidade para 45 mil torcedores. Na Copa do Mundo 2014, o local será palco de quatro jogos, todos válidos pela primeira fase da competição.