Arena da Baixada “troca” antigo fosso por novos degraus e reservatório

Posted: March 8, 2013 in Uncategorized

Criada pelo Atlético-PR para gerenciar as obras e fazer a captação de recursos para o estádio da Copa em Curitiba, a CAP S/A anunciou um novo marco nas obras da Arena da Baixada: o fosso, que separava a torcida do campo no antigo estádio, não existe mais e, em seu lugar, foram instalados mais três degraus da arquibancada. 

Os novos degraus diminuem a distância entre torcedor e o gramado para apenas seis metros, ampliando a capacidade do estádio. Por baixo deles, a CAP S/A ainda explicou que está sendo construído um reservatório de águas pluviais, para evitar alagamentos e facilitar a drenagem.

O fosso, diz o Atlético-PR, era uma exigência da Fifa em 1999, quando o estádio da Baixada deu lugar à arena de mesmo nome. Na época, a recomendação partia do Caderno de Encargos da Fifa de 1995.

Nos anos seguintes, no entanto, com a evolução na arquitetura de estádios, os fossos passaram a ser abolidos, bem como os alambrados, e a proximidade entre torcida e campo de jogo passou a ser ítem importante nos projetos de novos estádios.

 
A Arena da Baixada segue com 55% das obras prontas, mas a CAP S/A promete um novo índice para as próximas semanas. O estádio está sendo reformado a um custo de R$ 234 milhões e deve ficar pronto no segundo semestre deste ano. A primeira parcela do empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já saiu –o financiamento é de R$ 131 milhões.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s