Fonte Nova muda projeto mesmo sem exigência da Fifa

Posted: January 15, 2013 in Uncategorized
Tags: , , ,

A poucos meses de ser concluída, a arena Fonte Nova, em Salvador, teve uma significativa alteração em seu projeto arquitetônico. A Secretaria da Copa na Bahia confirmou hoje (15) que vai instalar cinco mil assentos provisórios na “abertura da ferradura” do estádio baiano. 

A licitação, em forma de pregão presencial e do tipo menor preço, acontece nesta quarta-feira (16) às 14h30. Não há, por ora, uma estimativa de quanto irá custar a obra, mas o edital estipula que as arquibancadas removíveis devem ser montadas até abril deste ano, a tempo da Copa das Confederações.

Vale lembrar que o estádio deve ser entregue à população no dia 28 de fevereiro e ser inaugurado com bola rolando em 29 de março. 

A participação de Salvador no evento-teste da Copa, no entanto, não esteve condicionada em nenhum momento ao aumento de capacidade. O caderno de encargos da Fifa diz que, mesmo para uma final de Copa das Confederações, a capacidade mínima é de 50 mil lugares, número que a Fonte Nova já atingia.

Nesta competição, a arena baiana receberá três jogos, sendo dois na primeira fase (entre eles o duelo entre Brasil e Itália) e uma disputa entre terceiro e quarto lugares.

 

Mudança de projeto
Com a decisão da Secopa e do consórcio responsável pelas obras, a Fonte Nova perde um dos diferenciais do projeto, a “abertura da ferradura”, que tem dois propósitos: a vista para o Dique do Tororó, importante manancial de Salvador, e a homenagem ao projeto da antiga Fonte Nova, que também contava com o vão. 

A instalação de arquibancadas temporárias no espaço já era estudada pelo governo baiano há muito tempo, favorável ao aumento de 50 mil para 55 mil espectadores no estádio. 

A mudança, em cima da hora, acarreta em problemas para Salvador, na opinião do diretor do Portal 2014, Rodrigo Prada. “Isso não é exigência para os jogos que Salvador sediará na Copa do Mundo. E como Salvador não fica com a receita da bilheteria, é um verdadeiro desperdício construir estas arquibancadas provisórias”, afirma. 

Prada ainda lembra que a mudança “desfigura o projeto original, que permitia vista para o Dique do Tororó”.

Entre amigos
Matéria do diário “Lance” em dezembro de 2011 revelava que as cadeiras extras de Salvador seriam construídas por “amigos” da Fifa. O texto citava a suíça Nussli, a mesma que construiu os assentos provisórios do Green Point, da Cidade do Cabo, na África do Sul, como favorita para vencer a concorrência.

 
 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s