Após “marasmo”, Arena Pantanal chega a 50,3% das obras concluídas

Posted: November 1, 2012 in Uncategorized
Tags: , , ,

Sem registrar mudanças no índice de execução do estádio desde o mês de agosto, a Arena Pantanal finalmente superou metade das obras concluídas. A marca de 50,3% foi divulgada pela Secretaria Estadual da Copa, a Secopa de Mato Grosso, na tarde de ontem (31).

Com 700 operários no canteiro, o estádio matogrossense iniciou seis novas frentes de trabalho em execução nos últimos dias –só a instalação das arquibancadas no setor oeste foi finalizada até aqui.

De acordo com a Secopa, as estruturas metálicas dos setores norte e sul começaram a receber os degraus da arquibancada na última semana. Estes lances de arquibancadas, a exemplo do que acontece na Arena das Dunas e na Arena Corinthians, possibilitarão uma redução na capacidade do estádio para o período pós-Copa; no caso dos cuiabanos, são 17 mil assentos provisórios.

Os trabalhos também se acentuam na instalação do sistema hidráulico, elétrico e de aterramento do antigo estádio José Fragelli, o Verdão, além das alvenarias de fechamento do interior dos banheiros, camarotes e salas Vips, segundo a Secopa.

A fachada da Arena Pantanal já tem 70% das estruturas metálicas concluídas. Estas peças já receberam acabamento para a posterior instalação de uma membrana sintética em poliéster de alta tenacidade, que vai revestir a fachada lateral.

A um custo estimado de R$ 458,2 milhões (valor que inclui gastos estimados, e divulgados pela própria Secopa, com gramado, assento e TI), a Arena Pantanal deverá ser concluída no segundo semestre de 2013.

O prazo anterior de entrega, dezembro de 2012, foi alterado porque, segundo o governo matogrossense, o estádio não foi escolhido para a Copa das Confederações de 2013.

Tímido
A Arena Pantanal foi o estádio que apresentou a evolução mais tímida no ano de 2012. Em março, a arena cuiabana estava 43% pronta, registrando evolução de 7% desde então. Neste mesmo período (março-outubro), o Castelão, por exemplo, avançou 32%, o Mineirão, 34%, o Mané Garrincha, 29% e a Fonte Nova, 20%.

Mesmo em relação os estádios que não vão participar da Copa das Confederações, o andamento das obras registrado na arena de Cuiabá acabou sendo inferior, em termos percentuais: a Arena Corinthians subiu 22% desde o março, ao passo que a Arena das Dunas avançou 16% no mesmo período.

Só o estádio de Manaus, a Arena da Amazônia (com 8% de evolução nos últimos 8 meses), se “compara” aos cuiabanos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s