Fonte Nova deve ser entregue à Fifa no final de março

Posted: September 26, 2012 in Uncategorized

Fonte Nova, um dos seis estádios da Copa das Confederações, deve ser entregue à Fifa no final de março. Antes da entidade começar a operar o local, a arena passará por uma fase de testes que durará 70 dias, com início em janeiro.

Segundo o diretor de engenharia da Arena Fonte Nova, José Luiz Góes, o estádio estará próximo dos 100% de conclusão no final do ano. “A previsão é que toda parte física esteja pronta em dezembro”, disse.

A instalação do gramado, por exemplo, terá início com o sistema de drenagem e vai durar 120 dias a partir de novembro. A montagem dos assentos começará após a construção da cobertura, quando o espaço nas arquibancadas não estiver mais ocupado pelos cabos que integram o mecanismo.

O processo da construção da cobertura, que corresponde a 12,5% do total da construção do estádio, entrou em nova fase nesta semana, com o içamento dos cabos tensionados, com 9,2 km de extensão. A etapa inicial, relacionada à montagem no anel de compressão, começou em maio deste ano.

Agora, o içamento do anel de tração superior e inferior ocorrerá até a segunda quinzena de outubro. “O içamento lento porque é monitorado, com paralisações para checar os macacos. Há uma metodologia para isso”, afirmou Góes. Em 45 dias, outros elementos também estarão instalados. As hastes e arcos são suplementares para a membrana ser apoiada.

Até dezembro, na parte final do processo, uma membrana impermeável, auto-limpante e translúcida será montada e cobrirá os 50 mil lugares do estádio.

Escolha
A nova cobertura da Fonte Nova apresentou uma desvantagem: por ter materias importados — os cabos da Europa e a membrana dos Estados Unidos –, havia o risco de atraso na entrega. A escolha apresenta aspectos positivos, como o peso da estrutura.

De acordo com Góes, a estrutura é 30% mais leve que uma cobertura convencional. A montagem, em contrapartida, tem tempo médio maior: cerca de 20% em relação às outras estruturas.

No caso de Salvador, o Consórcio Fonte Nova, formado pelas construtoras Odebrecht e OAS, preocupou-se com a durabilidade dos cabos. “Tivemos alguns cuidados adicionais para mitigar o risco de corrosão e oxidação”, afirmou Góes. O tempo de vida útil do equipamento é de 50 anos.

O custo da cobertura não foi divulgado. A Fonte Nova está orçada em R$ 591,7 milhões. O projeto da cobertura, iniciado há 18 meses, é da empresa alemã RFR Ingenieure.

Fases
Com 70% de execução, a superestrutura do estádio, composta por pilares, vigas, lajes e pelas arquibancadas, foi concluída no mês passado. Já o edifício-garagem está com 85% das fundações finalizadas. Os pisos e revestimentos atingiram 70% e 17% de conclusão, respectivamente. As instalações elétricas, hidráulicas, TI e elevadores chegaram a 48%. O canteiro de obras conta com três mil operários.

A Arena Fonte Nova vai receber três jogos da Copa das Confederações, em junho de 2013. Um ano depois, o estádio será palco de seis partidas do Mundial 2014.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s